Reflexões diárias

 

COMPRE O LIVRO!!

Clique na foto ao lado.

Próximos eventos

SEM EVENTOS CONFIRMADOS

POR MOTIVO DA PANDEMIA

COVID-19

Para Ouvir

Flash required

Revista Vivência – Assine

Literatura

Nos Grupos de A.A. você poderá encontrar à venda as seguintes publicações:

ou compre pela loja virtual: https://www.loja-aa.org.br/livros

Alcoólicos Anônimos

 

 

Esta quarta edição de “Alcoólicos Anônimos” veio a público em novembro de 2001, no começo de um novo milênio. Desde a terceira edição, que foi publicada em 1976, o número de membros de A.A. dobrou, atingindo mais de dois milhões de pessoas, com cerca de 100.800 grupos em aproximadamente 150 países. Atualmente o livro “Alcoólicos Anônimos”  está traduzido para quarenta e três idiomas. (222 páginas)

 

(Fonte: literatura oficial de A.A. aprovada pela CSG.).

 

Alcóolicos Anônimos atinge a maioridade

Escrito por Bill W., este livro traz uma breve história do nascimento e desenvolvimento de Alcoólicos Anônimos e destina-se a todos aqueles que estão interessados em conhecê-la. A primeira edição data de 1957 em língua portuguesa, de 1984. Um resumo cronológico dos acontecimentos mais significativos abre a publicação.

A partir daí, seu conteúdo histórico não obedece mais à cronologia, mas enfatiza os desenvolvimentos dos três princípios básicos da Irmandade: Recuperação, Unidade e Serviço

(os Três Legados de A.A.). ( 307 páginas).
(Fonte: literatura oficial de A.A. aprovada pela CSG.).

 

Vivendo Sóbrio

Verdadeiro “Manual de Sobrevivência “ para alcoólicos e alcoólicas, particularmente nas fases iniciais de sua recuperação, este livro apresenta “alguns métodos usados por membros de A.A. para não beber”. Está dividido em 31 capítulos curtos e objetivos, tratando das mais variadas situações de vida diante das quais a reação individual habitual de qualquer alcoólico seria voltar ao copo. E sugere alternativas para que isso não aconteça, desde que a pessoa assim o deseja. (119 páginas)

 

 

 

 

A linguagem do Coração

A publicação de “A Linguagem do Coração” reúne pela primeira vez praticamente todos os artigos escritos para “A.A. Grapevine” por Bill W., Co-fundador de Alcoólicos Anônimos. Embora muitos desses artigos tenham sido reimpressos, na forma de livros e livretes de A.A. ou em edições posteriores da revista, seu conjunto nunca foi editado antes em um só volume.

Essa preciosidade já pode ser encontrada nos Escritórios de Serviços Locais. (464 páginas).

 

(Fonte: literatura oficial de A.A. aprovada pela CSG)

 

 

 

Os Doze Passos e as Doze Tradições

Este livro expõe “uma visão clara dos princípios através dos quais os membros de A.A. se recuperam e pelos quais funciona sua Irmandade”: Os “Doze Passos” – um conjunto de princípios espirituais em sua natureza que, se forem praticados como um modo de vida, “podem expulsar a obsessão pela bebida e permitir que o sofredor se torne íntegro, feliz e útil”; e as “Doze Tradições”, que delineiam “os meios pelos quais A.A. mantém sua unidade e se relaciona com o mundo exterior, sua forma de viver e desenvolver-se”. (174 páginas).

(Fonte: literatura oficial de A.A. aprovada pela CSG)

 

 

 

 

Reflexões Diárias

“Este é um livro de reflexões escrito por membros de A.A. para membros de A.A.”. Este pequeno livro preenche uma necessidade de colocar no “plano das 24 horas”, um conjunto de reflexões que caminhassem pelo calendário anual.

No topo de cada página há uma citação, tirada da literatura oficial de Irmandade. (381 páginas).

 

(Fonte: literatura oficial de A.A. aprovada pela CSG)

 

 

 Na Opinião do Bill

Uma vez que coube a Bill W. redigir grande parte da bibliografia inicial de Alcoólicos Anônimos, julgou-se oportuno editar um livro para meditação individual baseado nesta publicação. Assim, várias centenas de fragmentos dos livros: Alcoólicos Anônimos, Os Doze Passos e As Doze Tradições, Alcoólicos Anônimos Atinge a Maioridade, Doze Conceitos para Serviços Mundiais, A Linguagem do Coração, bem como de artigos escritos pelo autor e publicados na revista A.A. Grapevine, foram coligidos. O índice apresenta-se como “Guia para Discussão e Leitura” e está organizado por ordem alfabética de temas. A primeira edição data de 1967 e a primeira edição brasileira foi em 1988. (333 páginas). ( Fonte: literatura oficial de A.A. aprovada pela CSG).

 

 

 

 Viemos a Acreditar

 

Publicado pela primeira vez em 1973 (com primeira edição em português em 1996), este livro demandou cinco anos de preparação. Atendendo a um pedido do GSO (O Escritório de Serviços Gerais norte-americano), AAs das mais diversas regiões dos EUA e Canadá colocaram por escrito suas aventuras espirituais e as remeteram para serem selecionadas e publicadas. Assim o Livro opera como um “canal de expressão para a rica diversidade das convicções implícitas em “Deus na forma em que O concebíamos”. (145 páginas).

 

 

 

Dr. Bob e os Bons Veteranos

 

 

Trata-se de uma biografia, com lembranças dos primórdios de Alcoólicos Anônimos na região do Meio-Oeste dos Estados Unidos. A primeira edição em inglês data de 1980 e, em português, de 1998. Inclui fatos da infância, da formação como médico, de sua família e do desenvolvimento de sua enfermidade, além do seu histórico encontro com Bill W., a descoberta da pessoa que viria a ser o “AA número três”, a formação do primeiro Grupo em Akron e os primeiros desenvolvimentos de A.A. na região. (358 páginas).

 

 

 

Levar Adiante

A história de Bill Wilson e como a mensagem de A.A. chegou ao mundo inteiro. Aqui está Bill W., o homem conhecido por todos e a quem ninguém conheceu. Aqui está, também, entrelaçada inextrincavelmente em sua vida, a história dramática da fundação de Alcoólicos Anônimos e de seu assombroso crescimento. Esta obra, em preparação durante mais de cinco anos, é a biografia definitiva de Bill W.. Cada palavra está documentada, cada fonte de consulta pode ser comprovada. Para aqueles que estudam o movimento, este livro terá um valor imenso, proporcionando a todos nós uma leitura emocionante e inspiradora. (447 páginas).

(Fonte: literatura oficial de A.A. aprovada pela CSG).

 

 

 

Compartilhando a Sobriedade

Compartilhando a sobriedade é o tema da XVI Convenção Nacional de Alcoólicos Anônimos e também é o título deste livro, feito a múltiplas mãos por iniciativa do Comitê Organizador da Convenção. A essência de A.A. é compartilhar a sobriedade: foi isso o que Bill e Bob fizeram em 1935, é isto o que se vem fazendo em A.A. desde então, e é exatamente isto o que se faz na Revista Vivência.

Estão lá os testemunhos de centenas de companheiros e de amigos de A.A. , ajudando-nos com suas vivências a iluminar o caminho da recuperação e da descoberta da vida. (207 páginas). Fonte: literatura oficial de A.A. aprovada pela CSG).

 

 

Passo a Passo

 

Verdadeiros AAs, Verdadeira Recuperação mostra como membros de A.A. de todas as idades, estilos de vida e do mundo todo, seguidores das principais religiões e ateus, recém chegados e veteranos, recuperaram-se e encontram um novo modo de vida trabalhando os Doze Passos. Aqui está uma variedade de experiências que AAs escreveram sobre os Passos e enviaram à Grapevine no decorrer de sua existência, da década de 1940 ao presente. Fonte: literatura oficial de A.A. aprovada pela CSG).

 

 

 

 

Despertar Espiritual

 

 

“O melhor presente que qualquer pessoa pode receber é um despertar espiritual” – Bill W. Relatos de membros de A.A. que tiveram o seu despertar espiritual.

Fonte: literatura oficial de A.A. aprovada pela CSG).

 

 

 

 

 

 

Das Trevas para a Luz

 

Experiências pessoais contidas na segunda parte da quarta edição do livro Alcoólicos Anônimos. São dezessete histórias representativas de recuperação do alcoolismo.

Fonte: literatura oficial de A.A. aprovada pela CSG).

 

 

 

 

 

 

 

Sobriedade Emocional

 

Crescer em sobriedade tem um significado diferente para cada alcoólico em recuperação, mas uma ideia parece verdadeira: as recompensas por alcançar a sobriedade emocional são serenidade, equilíbrio emocional e uma maior alegria de viver.

Fonte: literatura oficial de A.A. aprovada pela CSG).

 

 

 

 

 

 

Mãos Dadas

Nesta coleção, os membros de A.A. escrevem sobre suas experiências com apadrinhamento, incluindo como escolher um padrinho, criando coragem para pedir a alguém para ser seu padrinho, partilhando seu passado e presente com eles, trabalhando com aqueles que possuem problemas em permanecer sóbrios, lidando com a perda de um padrinho amado e muito mais. Desde os primeiros dias do programa, esse vínculo especial de apadrinhamento foi considerado vital para alcançar a sobriedade, permanecer conectado e viver uma vida plena e feliz.

Fonte: literatura oficial de A.A. aprovada pela CSG).

 

 

 

Os jovens e o A.A.

Mitos e verdades sobre o alcoolismo e sobre Alcoólicos Anônimos – a começar pela idéia de que se é “jovem demais” para ser um alcoólico ou um AA, além de dez histórias de jovens (sete rapazes e três moças) que ingressaram na Irmandade entre os quinze e os vinte e cinco anos de idade, compõem esta publicação que interessa também a pais e mães com filhos jovens, além de AAs que apadrinham novatos na Irmandade. (49 páginas)

 

(Fonte: literatura oficial de A.A. aprovada pela CSG).

 

 

 

 

A.A. para a mulher

Abrem este livrete quinze perguntas dirigidas a mulheres que suspeitem ter problemas com o álcool. Uma breve introdução aborda algumas noções sobre o alcoolismo e A.A., remetendo para o depoimento de oito mulheres, das mais diversas condições de vida, que descobriram ser portadoras dessa doença e encontraram uma via de recuperação em Alcoólicos Anônimos. ( 46 páginas)

 

(Fonte: literatura oficial de A.A. aprovada pela CSG).

 

 

 

 

O melhor de Bill

Cinco artigos escritos por Bill W. (co-fundador de Alcoólicos Anônimos), e publicados no A.A. Grapevine (a revista internacional de A.A.) abordam, respectivamente, os temas: fé, medo, honestidade, humildade e amor. (54 páginas).

 

(Fonte: literatura oficial de A.A. aprovada pela CSG).

 

 

 

 

 

Você pensa que é diferente?

O alcoolismo é uma doença que se esconde do próprio doente, muitas vezes sob o argumento clássico: “eu sou diferente”. Os treze relatos deste livrete demonstram de forma cabal que o alcoolismo atinge pessoas das mais diferentes condições – juntas em A.A., todas elas encontram a sua recuperação. ( 46 páginas)

 

(Fonte: literatura oficial de A.A. aprovada pela CSG).

 

 

 

 

 

Perguntas e respostas sobre apadrinhamento

Apadrinhamento em A.A. é o processo pelo qual “um alcoólico que já tenha feito um certo progresso no programa de recuperação, compartilha essa experiência, de uma maneira contínua e individual, com outro alcoólico que ainda esteja tentando conseguir ou manter a sobriedade através de A.A.”. Esta publicação apresenta 34 perguntas/respostas para quem procura um padrinho/madrinha, para quem deseja ser padrinho/madrinha, para Grupos que planejam a atividade de apadrinhamento e também sobre apadrinhamento de Serviços. Ao final, encontram-se os nossos Doze Passos, Doze Tradições e Doze Conceitos. (36 páginas)

(Fonte: literatura oficial de A.A. aprovada pela CSG).

 

 

 

 

Carta a uma mulher alcóolica

Escrita por uma mulher não-alcoólica e dirigida à mulher que suspeita ter um problema com a bebida, esta carta, publicada originalmente em 1954, numa revista norte-americana, descreve o processo de progressão da doença entre as mulheres, e apresenta de modo simples e coloquial o programa de Alcoólicos Anônimos. (22 páginas).

 

(Fonte: literatura oficial de A.A. aprovada pela CSG).

 

 

 

 

 

O Membro do A.A Medicamento e Outras Drogas

O texto desta publicação é, na verdade, o relatório de um grupo de médicos que são também membros de Alcoólicos Anônimos, e aborda a delicada questão da relação entre alcoolismo e o uso de medicamentos e outras drogas: por um lado, sabe-se que os alcoólicos tem grande propensão a se tornarem dependentes de outras drogas além do álcool e, por outro lado, medicamentos poderão ser absolutamente necessários no tratamento de outros problemas graves de saúde ao alcoólico. O relatório inclui o relato de três AAs incluídos no primeiro caso e três típicos do segundo caso, e apresenta nove sugestões de como lidar com esta questão, no relacionamento pessoal com médicos e dentistas e também com outros alcoólicos e em A.A (17 páginas).(Fonte: literatura oficial de A.A.aprovada pela CSG).

 

 

 

 

Eis o A.A

Num texto organizado em tópicos curtos e objetivos, esta publicação dá uma noção geral sobre A.A. e a doença do alcoolismo, abordando alguns dos principais mitos e realidades em torno dessa doença e da possibilidade de recuperação através do nosso programa. Aspectos tais como a decisão de parar de beber e o problema de permanecer sóbrio são detalhados. (21 páginas)

 

(Fonte: literatura oficial de A.A. aprovada pela CSG).

 

 

 

 

 

Entendendo o Anonimato

A “Décima – Segunda Tradição” de A.A. é tratada neste livrete, distinguindo-se o anonimato na base de pessoa para pessoa e o anonimato em nível de mídia. Em seguida, há dez perguntas em torno do assunto, finalizando-se com alguns “fatos a respeito do anonimato”  na Irmandade e algumas sugestões em relação à conduta pessoal. (13 páginas)

 

(Fonte: literatura oficial de A.A. aprovada pela CSG).

 

 

 

 

 

Outros problemas além do álcool

Um texto de Bill W. escrito em 1958 fala de como A.A. lida com o problema da dependência de outras substâncias químicas. Demonstra como a experiência indicou ser impossível um não-alcoólico tornar-se membro de A.A. e ser desejável acolher quaisquer alcoólicos que sofram de outras dependências oferecendo, inclusive, Grupos de “propósitos especiais”. E esclarece que em A.A. “ O Grupo tem rigorosas limitações, mas o indivíduo não tem quase nenhuma”, ficando livre para cooperar em qualquer área, observando sempre as Tradições de anonimato, não-endosso e do propósito primordial: “levar a mensagem ao alcoólico que ainda sofre”. (06 faces).

 

(Fonte: literatura oficial de A.A. aprovada pela CSG).

 

 

 

Um recém chegado pergunta

“ Este folheto é destinado às pessoas que estão entrando em contato dom Alcoólicos Anônimos pela primeira vez. Nele, tentamos responder às perguntas mais freqüentemente encontradas nas mentes dos recém-chegados – as perguntas que estavam em  nossas mentes quando pela primeira vez entramos em contato com a Irmandade”. (08 faces).

 

 

(Fonte: literatura oficial de A.A. aprovada pela CSG).

 

 

 

 

Você deve procurar o A.A?

Este folheto se destina a quem nos procura pela primeira vez, suspeitando ter problemas com o álcool. Traz doze perguntas para serem respondidas individual e confidencialmente, como um auto-exame útil na identificação do alcoolismo. A experiência mostrou que a resposta positiva a quatro ou mais, indica a probabilidade de existência da doença. (06 faces).

 

(Fonte: literatura oficial de A.A. aprovada pela CSG).

 

 

 

Sugestões para coordenar reuniões de novos

Que tipos de reuniões de A.A. funcionam melhor para os novos na Irmandade? Qual o melhor perfil para um bom coordenador de tais reuniões? Pode um coordenador preparar-se para as reuniões? Alguns assuntos sugeridos para as reuniões e algumas sugestões sobre o planejamento dessa atividade são os conteúdos desta publicação também muito prática, que poderá ser útil sobretudo aos Comitês de Serviços dos Grupos de A.A.. (16 páginas)

 

(Fonte: literatura oficial de A.A. aprovada pela CSG).

 

 

 

 

Os Co-fundadores de Alcóolicos Anônimos

Editada como parte das atividades comemorativas do cinqüentenário de A.A. no Brasil, esta publicação traz um resumo biográfico de Bill W. e Dr. Bob, respectivamente, o corretor da Bolsa de Valores de

Wall Street e o médico, considerados co-fundadores de Alcoólicos Anônimos, e reproduz a última palestra proferida por cada um deles, respectivamente em 1969 e 1948, indicando a bibliografia para consultas mais aprofundadas. (39 páginas)

 

 

 

 

 

Os Doze Passos Ilustrados

Simples e direto, e como indica o seu título, este livrete traz a relação dos Doze Passos sugeridos por Alcoólicos Anônimos para a recuperação do alcoolismo, cada qual acompanhado de uma ilustração e de uma frase. Poderá servir como uma inspiração para recém-chegados, como um recurso auxiliar de padrinhos e madrinhas e para AAs que mesmo contando algum tempo na Irmandade, ainda não praticaram todos os Passos sugeridos.(14 páginas).

 

 

(Fonte: literatura oficial de A.A. aprovada pela CSG).

 

 

 

A.A é pra mim?

Esta é a versão ilustrada do folheto “Você deve procurar o A.A.?”. Reproduz as mesmas doze perguntas, visando a um auto-exame individual e confidencial, só que formuladas na primeira pessoa do singular e acompanhadas de ilustrações inspiradoras. Uma ferramenta muito útil para apadrinhar recém-chegados à Irmandade. (30 paginas)

 

 

(Fonte: literatura  oficial de A.A. aprovada pela CSG).

 

 

 

 

A.A como funciona

Uma breve introdução informa como chegamos a ser o que somos hoje, e apresenta a relação dos Doze Passos sugeridos por Alcoólicos Anônimos para a recuperação individual da doença do alcoolismo. Mais um recurso para apresentar, de maneira rápida e simples, o nosso modo de existência, tanto para o público em geral, como para recém-chegados a A.A.. (4 faces).